Loading...

segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

A gaiola Paraíso de qualquer roedor!




Ok, mostrei pro meu hamster e ele disse: “Mamãe, faz uma destas para mim?”. E eu respondi: “Desculpe, filhinho, mas é tudo importado. Quem sabe ano que vem? Toma aqui esta cenoura.” Ele logo esqueceu da gaiola, mas eu ainda estou com vontade de montar uma destas para ele. Qual roedor não amaria ter um cantinho charmoso como este? Creio que cabem melhor hamsters sírios e ratos, mas veja só que gaiola gigante!

Teste: Você sabe mesmo sobre hamsters?

Para fazer os testes, reserve um papel e uma caneta (ou lápis). Escolha a categoria e clique em “Fazer o teste”. Abrirá uma nova janela pop-up. Escreva no papel o número da questão e a resposta escolhida. Por exemplo:

“Teste de hamsters

1) c 2) a 3) d ” e assim por diante.

Quando terminar, clique em “Ver resultado”. Cada resposta vale uma quantidade de pontos. Escreva do lado de sua resposta o ponto que você recebeu por aquela questão e some tudo. Por exemplo:

“Teste de hamsters

1) c [0] 2) a [2] 3) d [3] ” A soma deste teste, por exemplo, deu 5, (0 + 2 + 3).

Vá para a tabela de pontos e veja a qualificação no teste. Não vale ver o resultado antes de fazer o teste, mas vale estudar pelos textos no site ;). Boa sorte.

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Teste de Hamsters




Nesse teste, só marque uma (1) resposta por questão. Preste atenção na resposta mais completa. Cada resposta pode valer 0, 1, 2 ou 3 pontos, de acordo com sua afirmação. Verifique o resultado após ter terminado o teste. Lembrando que apenas estão completamente corretas as respostas que valerem 3 pontos.

Boa sorte.

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

1) Quantos hamsters podem viver juntos?

a) 1 por gaiola de qualquer raça

b) Se forem sírios, apenas um casal

c) Apenas 1 por gaiola se forem sírios

d) Podem formar uma colônia

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

2) Quais são as espécies mais conhecidas de hamsters?

a) Sírio, chinês, Anão Russo Winter-White e Longbeard

b) Anão Russo Campbell, Anão Russo Winter-White, Roboroviski e Sírio

c) Chinês, Russo, Roborovski e Longbeard

d) Egyptian, Esquilo da mongólia e Topolino

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

3) Qual a comida mais apropriada?

a) Ovos, Leite, Sementes etc.

b) Carne de frango bem cozida, atum, alface etc.

c) Cenouras, maçãs, ração, abacaxis etc.

d) Ração, cenouras, brócolis, sementes etc.

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

4) Quantas vezes deve-se trocar a água e comida?

a) Todo dia

b) Três vezes por semana

c) Uma vez por semana.

d) É só repor quando faltar

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

5) Caso o hamster fique doente ou machucado o que deve ser feito?

a) Perguntar para amigos o que deve ser feito

b) Deixá-lo lá, recupera-se sozinho

c) Levá-lo imediatamente a um veterinário

d) Levá-lo ao pet-shop comprado

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

6) Se a fêmea der a luz, qual o primeiro procedimento?

a) Limpar bem a gaiola, com água e sabão neutros

b) Cobrir metade da gaiola com um pano para esquentá-los

c) Não tocar nos filhotes nem na mãe por 20 dias, apenas repor comida e água

d) Adicionar mais comida

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

7) Quantos banhos o hamster deve receber por mês?

a) 1 por mês, com um pano úmido

b) Sempre que estiver fedido, com água e sabão

c) Uma vez com pó e uma com água

d) Hamster não pode tomar banho em hipótese alguma

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

8) Quanto tempo dura a vida de um hamster sírio?

a) Cerca de 2 anos

b) Se cuidar bem, vive até os 6 anos

c) Dificilmente passa dos 4 anos

d) Alguns meses

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

9) A melhor maneira de domesticá-los é:

a) Pegar ele a força

b) Acostumá-lo com o seu cheiro, colocando a comida em sua mão

c) Ficar sempre perto da gaiola para ele se acostumar com sua presença

d) Dar alguns petiscos e pegá-lo quando ele vier

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

10) Para adquiri-lo, deve-se procurar um local:

a) Qualquer, rato vive em qualquer lugar

b) Qualquer pet-shop

c) Uma clínica veterinária, apenas

d) Uma clínica veterinária ou um pet-shop limpo, sério e especializado.







1 a b c d
Resposta 2 1 3 0
2 a b c d
Resposta 2 3 1 0
3 a b c d
Resposta 1 0 2 3
4 a b c d
Resposta 3 2 1 0
5 a b c d
Resposta 1 0 3 2
6 a b c d
Resposta 0 1 3 2
7 a b c d
Resposta 2 0 1 3
8 a b c d
Resposta 3 1 2 0
9 a b c d
Resposta 0 3 2 1
10 a b c d
Resposta 0 1 2 3

Quantos hamsters devo ter?





Algumas espécies de hamsters que podem ser mantidas em uma pequena colônia. Outras, não podem conviver com um outro espécime, por serem territorialistas.

Então, o que você deseja? Deseja ter mais de um hamster? Prefira, então, os da espécie Anão-Russo Campbells [saiba mais]. Lembre-se que, se preferir um macho e uma fêmea, prepare-se para filhotes de monte! No caso de dois machos ou duas fêmeas, eles devem ter convivido desde a infância juntos. Quando são adicionados mais tarde, existe uma briga territorial. É importante que eles tenham sido criados juntos! Lembre-se também: quanto mais hamster, mais gasto e maior a gaiola.

Se preferir ter só um, a espécie é o Sírio [saiba mais], pois ele prefere ficar sozinho. Além de não sentir falta de companhia, ele adora ter o espaço só para ele. Qualquer outro sírio adicionado na gaiola, é briga! É possível até ter uma criação deles, mas apenas um por gaiola.

Se for a sua primeira vez criando, é recomendada a compra de apenas um exemplar. O bichinho não é tão sociável quanto alguns pensam. Dão um trabalhinho na limpeza da gaiola e, de certa forma, dão gasto na manutenção. Se gostar da coisa, aí sim, fique livre para criar a bicharada.

O Apelo de um Hamster - DONOS, LEIAM.

Esta gaiola está tão suja, o jornal embolado, fedor de urina e fezes espalhadas, eu sei,mas não posso limpar. Isso é função do meu dono, mas ele não tem feito nada. Ele já não se importa mais comigo, acho que está enjoado de mim, sei q isso acontece: primeiro sou uma novidade, depois cansam. Humanos! O que me resta é viver como posso aqui dentro, e confesso que até já me acostumei. Passo os dias zanzando de um lado para o outro. Não há muita coisa para fazer em um espaço tão pequeno. De vez em quando afio meus dentes num canto da gaiola, para q não cresçam demais e perfurem meu céu da boca, me dilacerando o cérebro. Se eu comesse mais, não precisaria fazer isso, mas o problema é q até de me alimentar ele esqueceu. Lembro dos dias em que meu pote estava cheio de comida, sements de girassol, maçãs, todo tipo de frutas sempre, e era bom. Eu sentia aquele cheiro e corria ao pote. Ele ria enquanto eu enchia as bolsas de minhas bochechas com aquela fartura. Agora nem água eu tenho mais..
Ah, eu me lembro quando ele trouxe amigos para me ver, e brincaram comigo. Um deles me apertou demais e eu mordi, e então me colocaram de volta na gaiola. Mesmo assim continuei a ganhar comida e água, como sempre. Mas um dia o dono sumiu, será que foi por que eu mordi seu amigo? Mas só fiz isso por que ele me apertou e doeu, tive que avisá-lo q não me sentia confortável nas mãos dele e essa foi a única maneira de fazê-lo me soltar. Nunca mais senti o cheiro do meu dono. Desde então fico aki no meio destes jornais sujos e dos potes vazios, esperando. Já pensei em dar uma volta na minha rodinha,como sempre fazia, mas não tenho forças. Hoje decidi que não vou mais andar pela gaiola, nem afiar dentes, nada. Ficarei quietinho aqui no meio da gaiola, esperando. Mas ele não volta, a porta do quarto não se abre, as janelas continuam fechadas. Um dia ele aparece. Respiro fundo, me deito e espero.



Donos, nunca deixem isso acontecer com o hamster de vocês. Eles estão completamente indefesos dentro da gaiola, não conseguem extrair comida, pois na gaiola só existe plástico e ferro. A gaiola precisa ser limpa com frequencia. Quando ficam doentes, dependem do dono levá-los num veterinário, e devem ficar extremamente tristes quando o dono amado decide perguntar na internet ao invés de levá-lo num médico que estudou 6 anos para poder curá-lo.

Hamster roendo as grades. Por que isso acontece e como amenizar?


Sim, este é um problema muito barulhento.

Apesar de ser muito comum, roer as grades pode significar algum distúrbio no estilo de vida do hamster, sendo que muitas vezes, o problema pode ser diminuido ou extinguido por completo apenas modificando algumas coisas. Às vezes, nem é as grades que eles róem, mas o bebedouro, a casinha, a rodinha etc. É algo tão chato e prejudicial ao dono e ao hamster que o assunto mereceu uma grande explicação, e várias formas possíveis de ser resolvido.

Os problemas e formas de se resolver abaixo são os mais comuns, embora possam existir outras. Vale a pena tentar melhorar todos estes aspectos, não apenas para que o pet páre de roer coisas indevidas, mas também para que ele fique mais calmo e tenha uma vida mais saudável e feliz.

Os problemas abaixo estão ligados ao que pode gerar o stress do animal. É só pensar pelo lado dele e saber que essas coisas abaixo são realmente cansativas.



Como resolver:


Verifique se a rodinha tem o tamanho ideal para o seu hamster. Se for menor, é necessário comprar outra.
Veja como ele anda nela. Se for lento e as patinhas prenderem em algum lugar, também é necessário trocar a roda. As mais recomendadas são as de plástico reforçado, infelizmente importadas e um pouco caras. Mas com absoluta certeza valem cada centavo. As principais marcas são Habitrail (Hagen, Living World) e Silent Spinner.
Alimentação inadequada: Uma alimentação que não supra todas as necessidades do hamster pode também ser a causa de obesidade e estresse.


Falta de exercício físico: Quando a rodinha é pequena demais ou não é anatômica, o hamster pode acabar se desinteressando por ela, ou andando com menos frequencia. Isso pode também causar obesidade e um grande estresse.







Como resolver:
Suprir as necessidades utilizando algum complexo vitamínico especial para hamsters.
Manter alimento sempre disponível. Quando os hamsters sentem falta de uma fonte de comida (o potinho cheio), mesmo que já tenham comida estocada no ninho, eles podem querer sair e buscar mais. É da natureza deles a ganância pelas sementinhas, pois onde eles vivam antigamente, a falta de comida significava morte breve.
Dentes muito grandes: É conhecido que os dentes dos hamsters crescem por toda a vida. Naturalmente eles róem galhos e abrem sementes, lixando e polindo os dentes para que não perfurem o céu da boca. Quando existe a falta de coisas para roer, o animal parte para o metal e o plástico, que são péssimos para resolver o problema. Aliás, dificilmente resolvem.

Como resolver:

Existem madeirinhas especiais, assim como alimentos extrusados que ajudam o hamster a manter seus dentinhos saudáveis. Ofereça
Em último caso, quando os dentes já estiverem grandes demais, é necessário levar no veterinário. Com rapidez ele corta no local certo e com o equipamento certo. Depois disso, é só seguir a primeira dica para os dentes se manterem no tamanho ideal.

domingo, 20 de dezembro de 2009

Duvidas Frequentes

Após o parto quando a fêmea entra no cio novamente?

Estro pós-parto: infértil
Estro fértil ocorre 2 a 18 dias após o desmame dos filhotes (ou após perda dos filhotes).



Banhos
É necessário dar banho no hamster é perigoso dar banho?

Não é necessário dar banho no seu hamster, já que estes animais se limpam sozinhos. O banho tira a proteção natural do pelo, além disso, o banho pode deixar o hamster "gripado". O que você pode fazer é penteá-lo com uma escova de dentes macia. Isso ajuda a tirar a sujeira no pelo. Mantendo a gaiola sempre limpinha, o mau cheiro é minimizado.


Briga entre adultos

Meus Hamster não param de brigar, o que eu devo fazer?

O melhor é deixá-las separadas mesmo. Quando jovens, os hamsters se dão bem por um certo tempo, depois começam as brigas. O ambiente novo deixou-as nervosas e possivelmente não se reconheceram.


Hamster em Aquário

existe algum problema em criar hamsters em aquários?

Não tem problema criar hamster em aquário. É importante manter boa ventilação na caixa. A parte superior do aquário pode ficar aberta ou você deve providenciar uma tampa de tela. Limpe a cama periodicamente, retirando a urina e fezes. Não é recomendado deixar o aquário no seu quarto fechado, pois o cheiro de urina concentra


Forração das camas

Posso forrar a cama com jornal?

Recomenda-se não usar camas de fibras de algodão ou outro material que não dissolva na água. Essas fibras podem enrolar nos membros, interromper a circulação e causar gangrena e amputação do membro ou esses tecidos e fibras podem ser ingeridos, matando o animalzinho por obstrução gástrica. Melhor usar papel, papelão ou cepilho de madeira (exceto cedro e pinus). Não é aconselhavel o uso de jornal, devido a tinta e produtos tóxicos que podem ser utilizados na impressão do jornal. O papel de computador é uma boa opção, se possível, papel sem impressão para evitar o risco de ingestão da tinta.


Carinho

Eu li que os hamsters sao muito doceis e gostam de ser acariciados. Isso eh verdade? Quer dizer que eu posso fazer carinho no meu hamster sem medo? Eles mordem?

Sim, os hamsters são dóceis e devem ser acariciados para manterem-se mansos. Animais que não são acariciados, tornam-se arredios e podem morder.

É possível transformá-los em diurnos?

Sim é possivel, mas para isso o dono terá que ter muita paciência, levará dias ate que isso aconteça, e talvez pode não acontecer.
Mas este também não é recomendado, por que o hamster é um animal notruno, tentar mudar isso só vai deixa-lo irritado e muito stressado, podendo começar a morder e não se sentir seguro perto do criador.

Quanto tempo leva pra nascer os filhotes?

Hamster sírio: em torno de 16 ou 18 dias
Hamster anão russo: 18 a 21 dias
Hamster chinês: em torno de 21 dias

Cuidados com o Hamster

Quando for pegá-lo para brincadeiras;- Antes de segurar seu hamster, lave sua mão com sabão neutro. Se sua mão tiver cheiro de comida, seu hamster pode mordê-lo acidentalmente, pois a visão deste roedor é muito ruim.
- Segure-o em cima de uma mesa ou em locais baixos para que no caso de seu hamster cair não haja ferimentos.
- Não segure-o demais. Volte-o na gaiola algum tempo depois, para que ele não fique irritado.
- Hamsters do tipo anão russo e roboroviski são caracterizados pela grande atividade. É difícil portanto segurá-lo pois ele pode pular da sua mão, o que pode ser fatal. Evite portanto segurá-lo por muito tempo e deixá-lo na mão de crianças.



Quando for soltá-lo para passeios:
- Solte-o em locais onde não existam riscos de choques elétricos, quedas, queimaduras, etc. Fique sempre vigiando o hamster para que ele não entre em locais inacessíveis, onde você não poderá pegá-lo depois.
- É recomendável usar uma pequena coleira para evitar que ele fuja ou rodas de exercício do tipo esfera, onde ele poderá andar sem risco de entrar em locais pequenos ou se acidentar. Se não tiver esses dois acessórios, tome o máximo de cuidado possível.
- Solte-o dentro de casa, em quartos por exemplo. Não solte-o no quintal ou fora de casa. Você terá poucas chances de recuperá-lo depois.

Cuidados com a limpeza e escovação do animal:- São dispensáveis banhos em seu animal. A não ser que ele esteja realmente muito sujo e mal-cheiroso, você pode passar uma toalha úmida sobre ele e depois secá-lo usando outra toalha. Atenção: nunca passe talco ou sabão em seu hamster ou molhe sua cabeça!
- A escovação em hamsters não é muito importante, apenas deixa-o mais bonito e pode limpar seu pêlo. Ele também pode gostar que você escove suas costas. Use uma escova de dentes com cerdas macias (pode ser uma não usada mais) e não use água.



Cuidados com as unhas e dentes do hamster:
- Os dentes dos hamsters crescem continuamente, sem parar. Por isso, a ração dada aos hamsters deve ser dura, para que eles gastem seus dentes. Ela deve incluir sementes, grãos e pedaços de biscoito para cachorro duros. Também é recomendável dar galhos de árvores frutíferas para eles roerem ou outros acessórios especiais que podem ser encontrados em alguns Pet Shops.
- As unhas dos hamsters podem incomodar um pouco quando você for segurá-lo. Se elas estiverem muito grandes e estiverem arranhando muito, você pode forrar uma parte da gaiola com lixas para que ele apare as unhas ou então pode levar a um veterinário especializado para o corte das mesmas.



CUIDADOS COM A GAIOLA

Cuidados com o local onde a gaiola vai ficar:
- A gaiola deve ficar longe de correntes de ar intensas. É recomendável ficar no interior de cômodos onde a janela fique fechada, nunca na parte externa.
- A gaiola deve ficar longe da exposição solar.
- A gaiola deve ficar longe de tintas, produtos de limpeza e combustíveis que exalem um cheiro muito forte. Isto pode acarretar alergias e doenças.



Cuidados diários:- Mantenha sempre água fresca, limpa e abundante à disposição do animal.
- Renove sempre a quantidade de comida do hamster.
- Mantenha sempre à disposição do hamster papel higiênico sem cheiro e/ou algodão para que ele construa seu ninho.


Cuidados semanais:- Troque a serragem e lave as partes principais da gaiola e seus acessórios com sabão neutro e água. Os potes de água e comida devem ser limpos somente com água.
(Caso queira manter a gaiola sempre com cheiro agradável, essa troca pode ocorrer mais de uma vez por semana)



Cuidados mensais:- Troque a serragem e dê uma lavada rigorosa em toda a gaiola com sabão neutro e água. Os potes de água e comida devem ser limpos somente com água.

Banheiros para Hamsters




Muitas vezes busquei na internet sobre banheiros para hamster, pois tinha que limpar quase todos os dias a gaiola, gastando muita serragem e incomodando meus hams durante o dia, achei algumas soluções boas mas sempre bastante caras.

Outro dia resolvi colocar a cabeça para funcionar e fiz um teste. Separei um pouco de serragem e coloquei dentro de um vidro de conserva (pode ser de hellmans e afins), pois eles adoravam fazer suas necessidades nos cantos apertados da gaiola ou então dentro da casinha, o resultado foi o melhor esperado.

Eles se adaptaram e se apegaram a este banheiro de uma forma que agora, limpo a serragem das gaiolas uma vez por mês (quando não fica muito suja com restos de semente de girassol).

O banheiro deve ser limpado diariamente, pois o cheiro que fica ali não é agradável, e eles começam a urinar por todos os lugares.

No Post coloquei algumas fotos para que vocês possam conferir o resultado e também adaptar ao seu hamster.

Espero que o post tenha sido útil pois assim como eu muitas pessoas buscam por banheiros para os hams, e esta forma é bastante simples, barata e com muita eficácia.

Obrigado pela visita de todos e não deixem de comentar e visitar o blog.

Ps.: Quem tentar fazer isso, posta aqui no blog (em comentário)

Doenças do Hamster

Diarréia - Ela pode ser causada por superalimentação de legumes ou comida úmida. Um hamster que sofre de diarréia não deve ser alimentado com qualquer legume ou comida úmida até se recuperar. Nos casos de diarréia prolongada deve ser procurado o conselho do veterinário.


Resfriados - hamsters podem sofrer resfriados e devem ser mantidos mornos (mas não quentes). Se o hamster tem dificuldade para respirar ou não se recupera depois de alguns dias deve ser procurado o conselho do veterinário.


Hibernação - Hamsters Sírios podem hibernar quando há uma mudança súbita na temperatura ambiente deles. Um hamster hibernando pode parecer duro e frio com pequena evidência de respiração, porém os bigodes podem ser vistos crispados em um hamster hibernando. Porque hamsters não fazem ' planos' para hibernar eles devem ser despertados para evitar desidratação e fome. Um hamster hibernando deve ser esquentado com suavidade até ficar ativo. Bastante comida e água devem estar disponíveis.

Sarna - Isto pode acontecer em hamsters mais velhos e normalmente acontece na barriga ou área do quadril. Isto pode ser evitado esmagando tabletes de levedura na comida do hamster. Perda de pelo também pode ser associada com irritação de pele e nesse caso deve ser procurado conselho veterinário.

Mancha no Quadril - Esta não é uma doença mas é conhecida por causar aos donos de hamster um pouco de preocupação quando notam isso.O hamster Sírio tem uma mancha em cada quadril, estas são glândulas de odor e são perfeitamente normais. Eles podem parecer pegajosos de vez em quando. Qualquer hamster que sofre de enfermidade séria ou prolongada deve ser levado a um veterinário.

Alergias - Os sintomas de uma alergia podem variar, mas incluem espirros, ruídos respiratórios, irritação na pele, olhos lacrimejantes, perda de pêlos.A serragem de cedro deve ser evitada, pois pode causar reações alérgicas e problemas respiratórios. Utilize a serragem de pinho, de madeiras mais duras ou então serragem feita de papel. Alimentos muito calóricos como aveia e cereais podem causar irritações na pele fazendo o hamster se coçar excessivamente. Materiais usados para forração e limpeza de gaiolas também podem causar reações alérgicas. Alergia a material de limpeza ou a serragem podem resultar em dores no estomago e pés irritados


Tumores - Tumores e Câncer usualmente ocorrem em hamsters idosos e são mais comuns em fêmeas do que em machos. Tumores internos como aqueles que envolvem órgãos internos podem ser difíceis de tratar, mas muitos tumores externos podem ser removidos cirurgicamente com sucesso. Um hamster sofrendo de tumor pode desenvolver um caroço duro que pode aumentar de tamanho rapidamente.É difícil distinguir um tumor de um abscesso. Um tumor às vezes pode ser acompanhado de perda de pêlo, letargia, constipação ou diarréia. Na descoberta de qualquer caroço deve-se procurar tratamento veterinário imediatamente, já que os diagnósticos nos primeiros estágios da doença aumentam as chances de sucesso de uma cirurgia. Por causa do pequeno tamanho dos hamsters, a cirurgia é sempre um risco, principalmente no que diz respeito à anestesia. Mas muitos hamsters idosos já foram bem sucedidos ao passar por essa experiência.


Problemas nos Olhos- Ocasionalmente um hamster pode ficar com os olhos "grudados", ou seja, as pálpebras parecem estar coladas uma na outra.As causas podem ser diversas, como idade avançada, alergia, correntes de ar, ou pode ser um sintoma de resfriado. O olho fechado deve ser limpo com um pequeno pedaço de algodão molhado em água morna. Isto geralmente é suficiente para abrir o olho, mas se não der certo, tente separar as pálpebras suavemente.Se um hamster tem repetidamente problemas com olhos "grudados" ou lacrimejantes, ou os olhos parecem estar turvos o hamster pode estar com uma infecção nos olhos. Embora raro, hamsters podem desenvolver catarata e o sintoma é um olho turvo. Apesar da à catarata não poder ser tratada, é bom confirmar com um veterinário, já que o sintoma de uma infecção ocular é muito parecido.Pode também ocorrer de um hamster perder um olho devido a um acidente ou doença, ou a visão ir desaparecendo devido a uma deformidade genética. A perda de um olho ou a cegueira não afeta muito os hamsters, pois a sua visão é muito pobre e eles dependem principalmente do olfato e da audição.


Conjuntivite - Se o seu hamster aparecer com um ou os dois olhos fechados e lacrimejando ou com secreções, pode ser uma alergia causada por algum material que esteja usando na gaiola, pó, cisco, fumaça ou algum material químico. Faça o tratamento usando água boricada ou soro fisiológico. É só pegar um chumaço de algodão, molhar com um pouco de soro fisiológico morno e ir passando levemente até retirar as secreções. Repita isso de 4 em 4 horas. Depois de limpar as secreções, utilize um colírio bem fraco como o "Lerin". Se o seu hamster não melhorar, daí pode não ser infecção e sim alergia causada por algum material que esteja utilizando na gaiola. Nesse caso, não adianta fazer só o tratamento. É necessário descobrir o que é que está fazendo mal e retirá-lo.


Abscessos - Ocorrem quando uma ferida (ou mordida, coceira, etc.) se infecciona resultando em um caroço, formado de pus sob a pele. Freqüentemente a ferida pode passar despercebida. Nesse caso, quando o caroço é notado, a ferida que o originou pode já ter sarado. Por isso, por vezes é difícil estabelecer se o caroço é um abscesso ou tumor. Se for possível notar uma ferida ou irritação no caroço, então é quase certo que seja um abscesso. Para tratá-lo é preciso que o pus seja drenado, e antibióticos podem ser necessários para conter a infecção. Portanto, deve-se procurar tratamento veterinário. Objetos pontudos ou pedaços de comida que os hamsters enfiam em suas bochechas podem ferir as paredes internas da bolsa e ficar presos. Isso pode infeccionar e virar um abscesso. Como a bochecha fica inchada, inicialmente pode-se acreditar que o hamster esteja apenas carregando comida extra ou material para ninho. Contudo, se o hamster aparenta estar continuamente com as bochechas cheias, elas podem estar obstruídas ou ele pode estar com um abscesso. Procure então um veterinário imediatamente.


Sangue na Urina- Existem muitas causas que podem fazer com que a urina do hamster saia misturado com sangue. O problema pode ser nos órgãos urinários... Nesse caso, pode se tratar de cálculo renal ou na bexiga, infecção ou até mesmo um tumor. Nas fêmeas, fora isso, pode ser também algum problema nos órgãos reprodutivos, tais como feto retido ou tumores. Se o seu hamster está com este sintoma leve-o o mais rápido possível em um especialista.

História do Hamster

HISTORIA
Atualmente são conhecidos várias raças de hamsters, mas a história desse simpático animalzinho começou na década de 30, quando um cientista, Dr. Ahroni, capturou um macho e 2 fêmeas da raça dourada no norte da Síria. O hamster sírio é o tipo mais comum de hamster mantido como animal de estimação. Como o próprio nome diz, é originário da Síria, país asiático próximo ao Iraque, e foi descoberto cientificamente em 1839. Em 1930, um hamster fêmea e suas crias foram capturados em Allepo, na Síria e levados à Universidade Hebráica em Jerusalem. A mãe foi morta e após duas fugas separadas, sobraram apenas 4 hamsters. Estes quatro reproduziram-se, e posteriormente importou-se seus filhotes para o Reino Unido e para os Estados Unidos. Embora alguns outros hamsters tenham sido capturados em 1930, não há registro de que estes tenham se reproduzido, o que leva a crer que os hamsters vendidos atualmente como animais de estimação são descendentes dos 4 hamsters de Allepo.

Cor: a cor original do hamster sírio é dourado, mas atualmente existem várias outras cores desenvolvidas artificialmente por criadores, bem como diferentes tipos de pelagem.

Variedades: as variedades mais comuns são o teddy bear, de pêlo curto, e os angorás, de pêlo comprido. Outras variedades mais raras são o satin, de pêlos brilhantes; o rex, de pêlos e bigodes encaracolados e o hairless (sem pêlos).

Tamanho: de 15 a 18 cm

Outras características: possui um rabo muito curto, não possui pêlos nos pés e possui bolsas nas bochechas, que usa para carregar comida ou material para a cama. O hamster pode carregar até a metade de seu peso nas bochechas. É um animal solitário, que em geral se separa de seus companheiros de ninhada com 8-10 semanas de vida. Sua vida média é de 2 anos a 2 anos e meio, embora eles possam viver até 3 ou 4 anos.

Cuidados especiais: mantenha os hamsters sírios adultos separados, cada um em uma gaiola diferente, a partir das 6 semanas de vida, para evitar brigas.



HISTORIA NATURAL
O hamster dourado é membro de uma ordem de mamiferos conhe-cido como roedores, o nome é por causa dos dentes incisivosque estao localizados bem na frente da boca. Se olharmos em termos de numero de especies, distribuicao geografica e adpatacao a varias condicoes ambientais chegaremosa conclusao que os roedoress sao o maior sucesso entre os mami-feros que habitam o planeta. Os roedores são encontrados em todos os continentes, comexcecao da Antartica, o tamanho tambem varia, podemos encontrarroedores de 8 cm ate 1 metro de comprimento (capivara). Podemos encontrar roedores nos desertos, florestas tropica-is, nas planicies, nos cerrados, rios e lagos. Sao aproximada -mente 1500 especies, o hamster faz parte deste grande grupo.

Hamster de Perto




OBS: Click na imagem para ampliar

Hamster Sírio








Nome científico: Mesocricetus auratus

Origem
O Hamster Sírio é, de acordo com o seu nome, encontrado nesta área de médio oriente.

Como animal de companhia
É o mais comum dos hamsters, e também o maior dimensão.
Em regra, esta espécie é bastante pacifica com os donos, mas há alguns que se tornam agressivos e mordem com muita frequência.

Uma das condicionantes destes roedores é o facto de não poder juntar dois machos adultos, se o fizer vão degladiar-se, até que um morra.

As suas bochechas características servem para armazenar o máximo de comida possível, chegando a transportar metade do seu peso, que depois depositam no seu ninho, onde vão tranquilamente comê-la.

Estamos a falar de um animal noctívago, pelo que vai sempre estar pouco activo durante o dia, tendo o seu pico de actividade durante a noite.

Exercício
Este aspecto é importante, porque o hamster, necessita de uma roda de exercício para poder correr e desenvolver os seus músculos e, durante a noite, o som produzido por este brinquedo pode ser muito incomodativo, pelo que se aconselha a sua lubrificação frequente.

Outro brinquedo recomendado para o hamster é um labirinto de túneis e escadas, que fará as delicias deste animal.As gaiolas existentes no mercado já foram pensadas para estes animais, pelo que é aconselhada a sua aquisição, uma gaiola diferente poderá trazer alguns incovenientes.

Limpeza
As gaiolas devem ser limpas e arejadas com frequência, já que a urina do hamster tem um cheiro intenso e desagradável.

Alimentação
A sua alimentação deve ser feita na base das rações existentes no mercado, embora possa fazer um suplemento de frutos secos, nozes e avelãs, que além de serem alimentos naturais, servem para o animal manter os dentes afiados.

A água deve ser fornecida em quantidade, em bebedouro próprio com esfera rotativa.

Cores
Existem várias colorações, sendo as mais comuns: amarelo, castanho, cinzento, preto e branco malhado.

Longevidade, tamanho e peso
Esta espécie pode viver cerca de 4 anos, atingir os 10 cm e pesar 100/120 g.

O Hamster Anão Russo

Existem duas espécies de Hamster Anão Russo, o Campbells, também conhecido como Djungarian, e o Winter-White, também conhecido como Hamster Siberiano ou Branco Invernal.
Outras características:
Possuem pêlos nos pés, os machos são mais longos que as fêmeas e possuem bolsas nas bochechas usadas para carregar comida ou material para o ninho. É sociável e pode viver com outros de sua espécie, do mesmo sexo ou de sexos diferentes, desde que os animais se conheçam com menos de 3 meses. Embora seja noturno, pode eventualmente se tornar ativo durante o dia. Sua vida média é de 1 ano e meio a 2 anos, embora eles possam viver até 4 anos. Em geral são menos tolerantes que os hamsters sírios, não gostando muito de serem segurados. Têm uma tendência maior a morder .

Cuidados especiais: use terrários de plástico ou vidro, pois os hamsters russos são muito pequenos e podem passar pelas barras das gaiolas comuns para hamsters. Ou então use gaiolas para topolinos, que tem as distâncias entre as grades menores. Se os hamsters começarem a brigar excessivamente, separe-os em gaiolas diferentes. Uma vez separados, note que poderá ser muito difícil juntá-los novamente.


O Hamster Anão Russo Campbells







O Hamster Russo Campbells é originário da Ásia central, do norte da Rússia, da Mongólia e da China, onde vive em dunas de areia. É mantido em cativeiro desde antes de 1963 e chegou às lojas de animais de estimação nos anos 70. Também conhecido como hamster Djungarian, o Hamster Russo Campbells é mais comum que a outra espécie de Anão Russo, o Winter-White.

Cor: a cor original do hamster Anão Russo Campbells é cinza, com uma linha dorsal cinza-escura que vai do focinho ao rabo, mas também existem diversas outras variedades, como o albino (com olhos vermelhos), o branco (com olhos pretos), o preto, o opala (cinza-azulado), etc.

Tamanho: de 10 a 12 cm




O Hamster Anão Russo Winter-White






Menos comum que o Anão Russo Campbells, o Hamster Anão Russo Winter-White é originário do leste do Cazaquistão e sudoeste da Sibéria, onde vive em estepes. O nome Winter-White, que pode ser traduzido como "Branco-Invernal", é devido à tendência que possui de se tornar branco no inverno. Nesta época, quando os dias são mais curtos, a pelagem do hamster pode se tornar mais clara, apresentar manchas brancas ou mesmo se tornar completamente branca. A finalidade desta transformação, no habitat natural, é confundir-se com a neve de inverno. Caso contrário, sua cor escura ,sob o fundo branco de neve, atrairia seus predadores. Em geral, o Winter-White não se reproduz quando sua pelagem está branca. Também conhecido como Hamster Siberiano (não confundir com o Sírio!), o Winter-White é mais compacto que o Anão Russo Campbells, tem olhos mais proeminentes e uma espinha curvada, que lhe confere um aspecto ovalado. Esse hamster é raro em lojas de animais.

Cor: a cor original do hamster Anão Russo Winter-White é cinza escuro, com o subpêlo cinza ainda mais escuro. Também existem diversas outras variedades, como o safira (violeta-acinzentado), o imperial (com a barriga branca) e o pérola (branco com ricos coloridos pelo corpo).

Tamanho: de 8 a 10 cm

Alimentação

O hamster, em seu ambiente natural, tem uma alimentação bastante variada que inclui sementes, frutos e até mesmo insetos. No entanto, para garantir a saúde de seu animal, é recomendável dar a ele uma alimentação equilibrada e saudável, sem exageros!
Lembre-se: um hamster não é como um cachorro ou um gato por exemplo, seu organismo é extremamente frágil a certas substâncias. Além disso, ele é um animal que prefere muito mais o consumo de vegetais e grãos a carnes e laticínios. Um hamster bem alimentado é um hamster feliz e saudável.
Você pode encontrar em Pet Shops e casas de agricultura misturas especiais para hamsters. É necessário verificar se essa ração tem boa aparência e é bastante variada. Não adianta dar apenas um tipo de alimento. É preciso diversificar.






RAÇÃO DIÁRIA:

Diariamente, deixe ração disponível para seu hamster. Nesta ração, é preferível haver: soja, milho, ervilha, sementes de girassol, amendoim, aveia e trigo. Também é recomendado ter uvas passas, ameixas secas e pedacinhos quebrados de biscoito para cachorro do tipo duro.
Atenção: se a comida estiver desaparecendo rapidamente do pote, verifique onde o hamster dorme. Provavelmente, se ele for um hamster precavido, você encontrará bastante comida estocada. Não é necessário empanturrar seu hamster de alimento, apenas verifique sempre se ele possui comida, estocada ou no pote, disponível para consumo.
(Foto de Marina Avila)

PETISCOS E AGRADOS:

Os petiscos e agrados não devem ser dados na mesma frequência que a ração diária. Podem ser dados duas ou três vezes por semana sem prejudicar a saúde de seu roedor: frutas frescas (evite frutas cítricas, como laranja e limão), iogurte, pão, queijo, vegetais crus ou cozidos (evite alface) e biscoitos (recomendável biscoito água e sal, que não é muito doce nem muito salgado).
Também é permitido dar pequenos insetos, como gafanhotos.

ALIMENTOS PROIBIDOS:

Alguns alimentos são terminantemente proibidos! Se você oferecer estes alimentos a seu hamster, a saúde dele pode estar comprometida: chocolate, doces, cebola, alho, ração especial para coelhos (contém hormônios) e alface (pode dar diarréia e problemas no figado).

Gaiolas e acessórios



A gaiola é o item mais caro a ser comprado para os hamsters. Existem muitas variedades diferentes de gaiolas à venda, de diferentes preços, e muitos outros acessórios úteis e interessante para o hamster se divertir e se exercitar. Embora não haja segredos na preparação da morada do animal, é bom seguir algumas dicas para tornar o seu lar mais agradável e lúdico.

Em primeiro lugar, a gaiola deverá ser mantida em local fresco, longe de exposição direta ao sol, de correntes de ar e de fontes de calor.

Gaiola de arame -> são gaiolas simples, comuns e as mais baratas. Muitas têm mais de um andar, com escadas, escorregador, pontes etc. Todas apresentam também uma rodinha de exercício, indispensável para o hamster. Algumas contêm uma bacia de plástico, presa à gaiola por grampos, e que fica a alguns centímetros acima da base da gaiola de arame. Esse é um item interessante, porque evita que a serragem da gaiola caia no chão e suje o chão. É também recomendável, caso você não queira perder o hamster logo, que as portas e todas as aberturas sejam amarradas (com arame, por exemplo; fios rapidamente desaparecerão), já que os hamster são exímios abridores de portinhas.





Aquário -> é uma opção interessante, porque é possível apreciar os hamsters e suas peripécias melhor através deste tipo de habitação. Os aquários de vidro podem ser um pouco difíceis de limpar em razão de seu peso. Já os de plástico podem, misteriosamente, aparecer roídos ao longo do tempo. É a opção ideal para hamsters gestantes, lactantes e filhotes. A garrafinha de água poderá ser fixada com fita adesiva. Em todo o caso, é melhor pôr uma proteção (uma rede de arames é legal) para evitar que os hamsters escapem por cima. Não é recomendável colocar como proteção materiais sólidos (tampas, por exemplo), mesmo que tenham buracos de ventilação.

Gaiola de plástico com tubos -> é a opção mais cara e não indicada para hamsters sírios que, em virtude do seu tamanho maior, podem ficar presos nos tubos. Para hamster anão ou chinês, é uma escolha interessante, embora seja mais difícil de limpar por conter muitos repartimentos. É necessário haver um compartimento maior, em que haja espaço para o hamster correr mais à vontade.

Gaiola feita em casa -> pode-se construir uma "casa de férias" para o hamster, usando materiais baratos como caixas de papelão, copos de plástico (para fazer túneis), caixas de sapato (para compartimentos) e muitos, muitos outros materiais podem ser aproveitados usando a imaginação. Por causa daqueles dentes bem afiados, os hamsters rapidamente poderão roer o papelão e fugir. Portanto, não deve nunca ser usada como morada permanente do hamster, mas apenas um lugar para ele se divertir e sair da rotina de vez em quando.


Acessórios -> as petshops têm à venda uma grande variedade de acessórios lúdicos para o hamster: túneis, casinhas, rodinhas, carrinhos etc. etc. Os preços variam muito; os itens mais incrementados, sofisticados e divertidos podem custas valores na casa dos três dígitos. Mas a imaginação pode ajudar a economizar - pode-se criar muitas opções de diversão para o hamster usando materiais simples e baratos.

A limpeza da gaiola é muito importante. A freqüência varia conforme o número de hamster e o tamanho da gaiola. Em média, uma vez a cada 5 dias é o bastante. NÃO use nenhum tipo de produto químico para limpeza. Para os recipientes de comida e água use só uma esponja limpa e água corrente. Na gaiola, rodinhas e demais acessórios, pode-se usar sabão neutro, mas enxágüe bastante. Os hamster se irritam facilmente com os produtos de limpeza. Para o hamster fazer o ninho pode-se dar papel higiênico inodoro.

Reproduçao

Hamsters não são animais que costumam viver em grupos. São animais normalmente solitários e geralmente procuram companhia apenas para o acasalamento. O cuidado com os filhotes é tarefa exclusiva da fêmea. Logo, o macho só irá atrapalhar a fêmea a criar os filhos.
Esse pequeno guia irá explicar aos criadores qual é a melhor idade para acasalar, como distinguir o sexo dos hamsters, o que fazer com os filhotes e muitas outras coisas. Qualquer dúvida que tiver me envie um e-mail, terei prazer em responder!

COMO SABER O SEXO DO MEU HAMSTER?

Para saber, segure o seu hamster com a barriga para cima e preste atenção nos seus genitais.
Nos machos, os testículos são bastante evidentes (não tanto em hamsters jovens). A distância entre o pênis e o ânus varia entre 1 e 2 cm.
Nas fêmeas, a distância entre a vagina e o ânus é quase nenhuma. Além disso, os mamilos são bem mais visíveis nas fêmeas do que nos machos.



Tutorial sobre Reprodução de Hamsters
REPRODUÇÃO - PARTE 1: INTERESSE E RESPONSABILIDADE

Esse pequeno tutorial de reprodução de hamsters foi dividida em algumas partes para facilitar a vida dos criadores. A primeira parte é o interesse: você está realmente interessado em cruzar dois hamsters? É preciso avaliar que as ninhadas de hamsters são grandes (chegam a até 18 filhotes!).
Os filhotes de hamster comem muito, o que gera muitas despesas com comida. Além disso, a fêmea tem sempre que receber complementos alimentares. E por fim, o criador tem que dedicar muito tempo aos filhotes, por isso se você é muito ocupado e não tem alguém hábil para ficar com os filhotes, recomendo que não cruze seus hamsters!
E quando os filhotes crescerem, é necessário ter um lugar para o qual você possa mandar seus hamsters, como para um Pet Shop ou então ter pessoas dispostas a adotar alguns filhotes da sua ninhada.
Se você realmente estiver interessado, vamos para a parte 2.

REPRODUÇÃO - PARTE 2: PREPARAÇÃO PARA O ACASALAMENTO

É necessário ter um macho e uma fêmea sexualmente ativos (o macho deve ter entre 3 e 14 meses de vida). Para garantir a saúde dos filhotes e de sua fêmea, é recomendável que sua fêmea não tenha engravidado ainda e tenha entre 4 e 6 meses de vida. Mais que isso ou menos que isso pode acarretar diversos problemas. Se ela já tiver engravidado uma vez, recomendo que ela tenha entre 8 e 14 meses de vida.
Agora você deve aguardar até que a fêmea esteja no cio (isso ocorre normalmente de 4 em 4 dias). Quando a fêmea está no cio ela produz um cheiro forte, principalmente no verão. Nem sempre esse cheiro pode ser percebido. Então você pode deixá-la sobre a gaiola e coçar do meio das costas até perto do rabo. Se ela ficar parada e levantar o rabo, então é quase certeza que ela está no cio.
Agora seus hamsters estão aptos para a terceira parte.

REPRODUÇÃO - PARTE 3: ACASALAMENTO

Pegue o macho e a fêmea e deixe-os juntos na gaiola do macho ou em um território neutro (em uma caixa, por exemplo). Deixe-os lá, por uns 20 minutos, vigiando. Se você notar que eles brigam, separe-os. É recomendável usar uma luva protetora, pois quando eles brigam você provavelmente será alvo de uma dentada. No caso de briga ou se não "der em nada", separe-os e tente outro dia.
Normalmente ocorre assim: a fêmea fica parada com o rabo levantado. O macho então começa a cheirá-la. Se ele mostrar interesse, montará nela. Deixe-os por um tempo até que acabe e então separe-os, cada um em sua gaiola.
Observação: para saber se o acasalamento realmente deu certo, dentro de 10 dias mais ou menos a hamster deve engordar e as mamas devem ficar mais visíveis.

REPRODUÇÃO - PARTE 4: GESTAÇÃO

Esta é a hora de muitos cuidados. O macho e a fêmea não devem mais ser colocados juntos A fêmea precisa de alguns cuidados especiais agora.
Continue dando comida normalmente a ela, mas dê vários complementos, como: ovo cozido, pão molhado em leite (leite morno - miolo de pão) e ração de gato.
Além disso, não leve-a mais para passear, nem brinque, nem fique incomodando. Apenas vigie para saber se a saúde dela está boa e mantenha ela sempre com comida, mas sem exageros. Aos poucos você vai notando algumas características da gravidez. A fêmea será um pouco menos ativa. Deixe ela em paz, até a hora do parto.
A gestação do hamster sírio varia entre 16 e 18 dias. Se ultrapassar esse período, a fêmea pode ter sofrido de gravidez psicológica ou problemas durante o parto. Mas se você ainda não observar características da gestação, então eu acho que não deu certo! Volte para a parte 3.
Quando chegar no dia 14 ou 15 da gestação, sugiro que faça uma lavagem completa em toda a gaiola e troque a serragem. Retire a rodinha. Verifique então se a gaiola está apta para receber os filhotes: não é recomendado ter gradinha no fundo do primeiro andar. É preferível que as grades também não sejam muito grandes. Se o filhote cair onde a fêmea não puder entrar e pegar, ele pode morrer.
Dê bastante material para a fêmea fazer ninho (algodão e papel higiênico neutro).
Agora que seguiu todos os passos, aguarde até o nascimento!

REPRODUÇÃO - PARTE 5: O PARTO

O nascimento ocorre normalmente de madrugada, podendo também ocorrer no começo da noite. Se você estiver próximo da fêmea e acordado, não incomode ela no parto. Ela sabe se virar sozinha. Ao contrário do que você pensa, ela tem completo controle sobre a situação.
O intervalo entre o nascimento de cada hamster é de 10 minutos. Junto com eles, vem a placenta que é digerida pela próxima fêmea. Pode ocorrer de haver sangue nas serragens, o que é perfeitamente normal.
Não se preocupe se a hamster aparentemente esquecer alguns filhotes pela gaiola. Ela é responsável e logo trará todos de volta. O importante é não tocar de forma alguma nos filhotes, pois além do risco de machucá-los, você pode passar um cheiro ao pequeno hamster e a mãe não irá mais identificá-lo como filho.
Não tente intervir em nada. Apenas acompanhe e mantenha bastante comida a sua disposição.
Não troque a gaiola até que os filhotes tenham pelo menos 2 semanas de vida, mesmo que o cheiro torne-se insuportável. A hamster pode não identificar os filhotes e rejeitá-los.




REPRODUÇÃO - PARTE 6: ALIMENTAÇÃO ESPECIAL PÓS-PARTO

A dieta a ser seguida agora deve ser parecida com a da amamentação: ovo cozido, pão com leite e ração para gato. É recomendável até mesmo aumentar a quantidade de vegetais, para que a hamster fique com mais leite. Todo o cuidado é pouco, pois agora a hamster não comerá somente por si, terá de alimentar muitos filhotes!
Deixe bastante comida a disposição dos animais, verificando se no interior da casinha a comida já não está demais. Se você notar que existe bastante comida estocada, não é necessário dar mais. Deixe que aquela esvazie um pouco e ponha novamente, para que a comida não se estrague.
Dentro de uma semana de vida os filhotes estarão saboreando alimentos comuns para hamsters, junto com o leite. Neste período as despesas com alimentação dobram.
Mantenha a alimentação sempre nesta rigidez e acompanhe o crescimento dos filhotes.

REPRODUÇÃO - PARTE 7: O CRESCIMENTO DOS FILHOTES

Os filhotes irão se desenvolver com grande velocidade. Eles nascem cegos, surdos, sua pele parece transparente e não há pêlos recobrindo o corpo. No entanto, existem dentes que iniciam sua formação. Não são capazes ainda de digerir alimentos sólidos, portanto no começo o leite será alimento exclusivo.
Embora haja distorções, os filhotes normalmente seguem o mesmo padrão de crescimento. Lembre-se que, como humanos, alguns filhotes podem se desenvolver mais rápido ou não, mas é importante que até 1 mês de vida o hamster esteja completamente formado com saúde.
Com 3 dias, a pele começa a criar coloração. Já dá para saber mais ou menos a cor dos hamsters.
Com 6 dias, a pelagem começa a se desenvolver, mas ainda é pequena e ainda aparenta transparência.
Com 7 dias, alguns filhotes podem começar a provar comida sólida, embora o leite ainda seja o princiapl alimento.
Com 12 dias, os pequenos hamsters podem abandonar o ninho para conhecer outros cantos da gaiola. Não se preocupe, a mamãe hamster saberá trazê-los de volta.
Com 16 dias, os hamsters já estarão com olhos abertos e o desenvolvimento está quase completo. Agora podem passear pela gaiola sem o acompanhamento da mãe.
Com 21 dias, o desenvolvimento está praticamente terminado. Eles ainda mamarão na mãe, mas esse alimento torna-se dispensável e darão preferência a alimentos sólidos.
Quando os pequenos hamsters completarem entre 25 e 30 dias de vida, eles já estarão aptos para serem vendidos ou doados. Se você quiser continuar com eles, deverá mantê-los em gaiolas separadas por sexo e quando os mesmos completarem 45 dias de vida, deve separar em gaiolas individuais.

REPRODUÇÃO - PARTE 8: DOANDO E VENDENDO

A doação ou venda dos hamsters deve acontecer em breve. É importante lembrar que a partir de 1 mês de vida, a tarefa da mãe termina. Então é importante a separação.
Recomendo que o criador procure Pet Shops especializados ou venda/doe por conta própria, fazendo anúncios no jornal por exemplo. Neste caso, sugiro que o criador venda por um preço entre R$ 5,00 e R$ 10,00.

REPRODUÇÃO - PARTE 9: O SEGUNDO ACASALAMENTO

Deve haver uma distância de 3 ou 4 meses entre a primeira e a segunda gestação no mínimo para garantir a saúde dos filhotes. Se você realmente estiver interessado em acasalar sua fêmea novamente, cumpra o prazo estabelecido e boa sorte!
Então sua aventura recomeça na parte 2.

Cobra fica amiga de hamster que seria sua refeição


Uma cobra do zoológico japonês Mutsugoro Okoku, em Tóquio, ficou amiga de um hamster que foi posto na caixa onde vive o réptil para servir de comida.

O hamster Gohan (refeição, em japonês) foi colocado na caixa em outubro do ano passado como um teste, já que Aochan, a cobra, evitava o cardápio de ratos congelados e corria risco de vida por inanição.

Mas ela não quis comer o hamster Gohan, e agora os dois convivem fraternalmente sob o mesmo teto.

– Eu nunca tinha visto uma coisa dessas. Gohan às vezes sobe em Aochan para cochilar em suas costas – disse Kazuya Yamamoto, funcionário do zoológico.

Não se confunda! Chinês não é Anão Russo!




O hamster chinês é originário da China e da Mongólia e pertence a um grupo de hamsters conhecidos como hamsters-camundongo, porter uma calda longa. O hamster chinês é mantido em cativeiro no Reino Unido desde 1919 e usado em laboratórios. O interesse no hamster chinês como animal de estimação cresceu consideravelmente nos anos 70, quando o hamster russo surgiu nas lojas de animais. O hamster chinês como animal de estimação não é tão comum quanto os sírios e os russos, e isto se deve ao fato de que eles existem em menos quantidade devido a algumas dificuldades em sua reprodução.
Cor: a cor original do hamster chinês é marrom, com uma linha dorsal preta que vai do focinho ao rabo, mas também existem variedades cinzas com manchas brancas.

Tamanho: de 10 a 12 cm

Outras características: Os machos são maiores que as fêmeas. Possui bolsas nas bochechas, que usam para carregar comida ou material para o ninho. É sociável e pode viver com outros de sua espécie, do mesmo sexo ou de sexos diferentes, desde que os animais se conheçam com menos de 3 meses. Quando prenhas, as fêmeas podem se tornar bastante agressivas em relação aos machos, sendo importante manter o casal em uma gaiola grande e com vários esconderijos para o macho (ou se for necessário até separar o casal). Embora seja noturno, o hamster chinês pode eventualmente se tornar ativo durante o dia. Pode mover-se muito rápido e subir em coisas com facilidade, sendo desaconselhável tirá-lo da gaiola (pode ser muito difícil pegá-lo depois). A vida média é de 2 a 3 anos, embora possam viver mais.

Cuidados especiais: use terrários de plástico ou vidro, pois os hamsters chineses são muito pequenos e podem passar pelas barras das gaiolas comuns para hamsters se os hamsters começarem a brigar excessivamente, separe-os em gaiolas diferentes. uma vez separados, note que poderá ser muito difícil juntá-los novamente (note que todas raças de hamster brigam muito, mas só os hamsters sírios não podem conviver junto).

Roborovski, saiba mais!




O hamster Roborovski (Phodopus roborovskii) é o menor e mais veloz de todos os hamsters e são geralmente mantidos como animal de estimação. As características que distinguem os Roborovskis são a parte branca que eles têm no lugar onde seriam as sombrancelhas e a falta de listras no dorso que comumente se vê nos hamsters anões. Eles vivem em média até três anos e meio de idade – é o máximo que um hamster doméstico vive.
Eles são muito curiosos, entretanto facilmente se assustam e se intimidam. São sociáveis e quando socializados desde pequenos, dormem juntos em um só lugar. Sua velocidade os tornam um aninal inadequado para crianças, que geralmente gostam de tê-los na mão e afagá-los. Eles são muito apegados ao dono quando são introduzidos desde filhotes. Eles têm um bom temperamento e raramente mordem. Na medida que crescem até atingirem aproximadamente o tamanho do polegar de um adulto, eles podem facilmente se espremerem entre as as barras da gaiola de um hamster de tamanho comum, logo, necessitam de cuidados especiais no que tange a sua moradia. Sempre pergunte aos vendedores de lojas de animais ou criadores qual a gaiola ideal para mantê-los. Por causa do seu tamanho e de sua velocidade, Roborovskis são melhores para pessoas que preferem olhar a brincar com eles.

Por causa do seu tamanho e características, eles são cômicos quando os observamos em grupos sociais. Se mantidos juntos em pares sexuais ou grupos, os Hamsters Roborovski normalmente começam a dar cria na primavera seguinte ao ano em que a fêmea nasceu. As fêmeas em geral ficam estéreis em torno de 24 meses de idade, mas os machos normalmente são férteis a maior parte de suas vidas.

A gestação dos Roborovski é de aproximadamente de 23-30 dias. Quando nascem mais se asemelham a feijões rosas. Em torno de 5-6 dias a pele começa a pigmentar-se e de 6-8 dias os pelos começam a nascer . Em torno de 10-12 dias os filhotes são totalmente cobertos de um curto pêlo e suas pestanas começam o enrijecimento. Neste momento os filhotes já começam a passear pela gaiola, mas ainda são cegos. As fêmeas os recolhem de volta ao ninho, isto fará com que os filhotes emitam um chiado agudo, mas nada preocupante. Aos 14-16 dias de idade os olhos se abrem e seus corpos estão completamente cobertos de pêlo. Os filhotes são desmamados e podem ser apartados de suas mães com 4 semanas de idade.

Habitrail, um sonho de consumo!





As casas Habitrail são fabricadas para que suas mascotes tenham una câmara principal e depois, podem agregar muitos caminhos e acessórios de exterior diferentes para que o hamster os explore. Todos os sistemas Habitrail, caminhos e acessórios de exterior, são amplamente ventilados para assegurar que sua mascote goza de todo o ar que necessita.


Os sistemas Habitrail permitem que sua mascote trepe e explore como faria se estivesse em sua casa na natureza. Mediante os caminhos e acessórios de exterior podem criar outro espaço vital para o animalzinho, formando túneis que podem utilizar-se para guardar alimento, dormir ou simplesmente descobrir.


Os hamsters cativos necessitam fazer exercícios. Todo o sistema Habitrail vem com um dispositivo de exercícios. As unidades de a estação espacial e Safari têm uma roda de exercícios, o minisistema vem com una roda e o Playground, a casa Habitrail mais recente, vem com una roda desportiva. Estes dispositivos de exercícios são muito importantes para manter as mascotes sãs, visto que podem engordar facilmente se ficarem inativas, se não se lhes proporciona una maneira de fazer ginástica.


Outra característica excepcional dos sistemas Habitrail é o desenho destinado a manter limpa a casa das mascotes.

O protetor da área sanitária impede que o lixo caia sobre o piso à medida que a mascote cava e faz seu ninho. Também todos os componentes Habitrail saem com facilidade para limpá-los. Cada caminho é composto de duas partes e pode desmontar-se para facilitar a limpeza.


O sistema Habitrail é um ambiente divertido, apaixonante e criativo que você e sua mascote poderão gozar durante muitos anos.


O sistema Safari Habitrail foi desenhado para que sua mascote se sinta em seu lugar. A extensa variedade de seus componentes compreende caminhos, acessórios de exterior e de interior e foi idealizado para imitar o ambiente natural da tua mascote. O sistema vem em cores verde terra e marrom, que se integram sem dificuldade à maioria dos móveis.


O sistema Playground Habitrail foi concebido para que sua mascote se sinta em casa. A extensa variedade de componente do Playground compreende caminhos, acessórios de exterior e de interior, e se idealizou para imitar o ambiente natural de tua mascote. O sistema vem em cores vibrantes, divertidos, que irá muito bem com qualquer lugar de tua casa.

Amansando o Hamster




Com paciência e dedicação, todos os hamsters podem ser amansados. Quanto mais jovens, melhor. Atenção: só manuseie hamsters já desmamados!
Converse com seu hamster toda vez que alimentá-lo, para que ele se acostume
com sua voz.Os hamsters mordem apenas quando estão assustados. Se você for mordido enquanto tentando amansá-lo, não se assuste, a mordida é muito mais frustrante do que dolorosa em si. Coloque o hamster de volta na gaiola e deixe-o sozinho por algumas horas, para que ele se acalme. Lave o local da mordida com sabão neutro.
Não recomendo o uso de luvas. Os hamsters são muito ligados ao olfato, e se acostumarão o cheiro da luva. ao tirá-la, eles poderão morder a "mão estranha".
Você será capaz de amansar o hamster em cerca de 3 semanas se seguir o método abaixo:


1. Primeiro observe seu hamster por alguns dias, para descobrir a partir de que horas ele está acordado e ativo - o melhor horário para começar a amansá-lo, se quiser também pode mudar o horário do seu hamster como exemplo: ele acorda todo dia as 18:00(os hamsters são animais noturnos) mas ás 18:00 não é o horário que você quer basta começar acordar ele mais cedo até ele acostumar. Descubra também seus petiscos favoritos, pois você poderá usá-los para ajudá-lo a superar o medo. Depois, coloque um pouco de comida na mão e despeje-a no comedouro já dentro da gaiola, para que o hamster se acostume com a sua mão e aprenda que é ela que leva a comida. Depois de alguns dias, deixe sua mão próxima ao comedouro enquanto o hamster come.

2. Quando o hamster estiver confiante o suficiente para comer ao lado de sua mão, coloque um pouco de comida na palma e espere. Pode demorar alguns dias para que o hamster tome coragem de comer na sua mão. Quando o fizer, você pode acariciá-lo suavemente suas costas com um dos dedos. Tome cuidado apenas para não encostar em sua cabeça, senão ele ficará incrivelmente assustado.

3. Depois, acostume seu hamster a ser segurado. Quando ele estiver comendo em sua mão, cubra-o com a outra mão e levante-o do chão um pouco. Eleve pouco suas mãos, de forma que se o hamster pular ele não se machuque. Da primeira vez, deixe-o pouco tempo levantado, e vá aumentando o tempo. Após alguns dias, o hamster não mais se incomodará em ser levantado, e você poderá então, com cuidado, tirá-lo da gaiola.

4. Mantenha-o sempre a uma distância segura do chão, para que ele não se machuque se cair. Deixe-o passar de uma mão para outra, e logo ele estará confiante o suficiente para correr pelo seu braço

sábado, 19 de dezembro de 2009

COMO SABER O SEXO DO MEU HAMSTER?



Para saber, segure o seu hamster com a barriga para cima e preste atenção nos seus genitais.
Nos machos, os testículos são bastante evidentes (não tanto em hamsters jovens). A distância entre o pênis e o ânus varia entre 1 e 2 cm.
Nas fêmeas, a distância entre a vagina e o ânus é quase nenhuma. Além disso, os mamilos são bem mais visíveis nas fêmeas do que nos machos.

sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

Você sabia?




  • Apesar de não manifestar afeto, e ser caracteristicamente de comportamento individualista mesmo com os da própria espécie, o hamster sírio pode ser condicionado a aprender alguns truques, utilizando-se para isto da técnica de oferecer recompensas. São animais independentes, pois não precisam de cuidados como banhos, nem vacinas (não transmitem doenças, desde que estejam em um ambiente sem doenças), e tendo uma gaiola confortável com comida de qualidade e água limpa viverá sem nenhum problema.
    Lembrando também que todos os outros hamsters que vivem com colonias podem aprender truques igualmente o sírio, porém há mais relatos de sírios com truques como o de dançar.
    Adestrar o Hamster é fácil, por exemplo, para que aprenda a atender pelo nome, mostre comida e chame-o. Para que fique de pé ou balance a cabeça como se estivesse dançando, mostre alimento de forma a deixá-lo na posição desejada e diga várias vezes o comando relacionado com a posição (como "em pé!", ou "dança!"). Dê-lhe então o petisco. Com o tempo, fará todos estes truques, mesmo sem recompensa. Para tornar-se um bom aluno, deve ser tratado com carinho, paciência e mantido em boas condições, sem estresse. Ao tentar segurá-lo, aproxime a mão vagarosamente para que não se assuste. Pegue-o pela pele do dorso ou ponha-o na palma da mão quando estiver bem acostumado com você. Não o deixe cair: um tombo pode ser fatal.
  • Hamster em seu habitat natural























































    O que é um hamster?


    O HAMSTER pertence a familia roedora e há muitas espécies diferente mas só algumas espécies são mantidas como animais de estimação,e é o animal pequeno mais popular de estimação em muitos países hoje.A maioria das espécies de hamster habitam áreas do semi-deserto e é noturno.A maioria das espécies,mas não todas tem a buchecha expansível na qual eles podem levar comida e forragem para o ninho.